Como calcular o ROI de uma ação de sampling?

Que o sampling é uma estratégia de marketing antiga e eficaz você já sabe, certo? Você já parou para pensar o quão importante é calcular o ROI da ação de sampling da sua empresa ou marca?

O Return On Investment — também conhecido como taxa de retorno ou lucro — é um conceito de finanças, então vale ressaltar aqui que o ROI nada mais é do que a relação entre os valores ganhos como resultado de um investimento e a quantia de dinheiro investido.

Vamos mostrar aqui a importância de calcular o ROI da sua ação de sampling e, de forma mais técnica, como é possível mensurar a eficiência de uma ação de marketing de experimentação.

Além de analisar se o ROMI (Return on Marketing Investment) é realmente positivo, ou seja, se a ação de experimentação está cumprindo o papel esperado, é importante fazer uma análise comparativa com outros indicadores de rentabilidade.

Se você quer aprender a calcular o ROMI e entender por que o profissional de marketing tem ainda que mensurar outros indicadores, continue a leitura deste post!

Por que calcular o ROI da ação de sampling?

O ROI ou ROMI é o valor atribuído ao retorno financeiro de uma iniciativa de marketing específica, como uma ação de sampling, dado um investimento inicial. É o valor incremental gerado pela iniciativa de marketing subtraído os custos de implementação.

Sendo assim, calcular o ROMI de uma ação de sampling é essencial para que a empresa ou marca avalie se a ação está mesmo cumprindo os objetivos estabelecidos para o marketing de experimentação.

Além disso, analisar esse retorno é muito importante. Ainda que ele seja negativo, o número pode indicar que a ação impediu que o concorrente crescesse, ou mesmo que a sua empresa ou marca ocupou um espaço no mercado naquele determinado período que o concorrente não foi capaz de ocupar.

O resultado do ROI pode demonstrar ainda que, por meio de uma ação de sampling, a sua empresa ou marca impediu o concorrente de conquistar mais espaço de mercado ou mesmo garantir que a compra realizada pelo consumidor foi realmente direcionada por meio de uma ação estratégica.

Como calcular o ROI de uma ação de sampling e quais são os principais desafios?

Pode-se dizer que o ROMI é uma metodologia própria de cálculo de ações de marketing, como o sampling. Dessa forma, para calcular o ROI de uma ação de sampling é preciso dividir o valor do lucro líquido total pelas despesas operacionais totais da iniciativa de marketing.

São vários os desafios para se calcular o ROI da ação de sampling. Uma das principais questões é ter todas as informações da empresa e números que envolvem a ação em mãos para começar esse cálculo.

Empresas de bem de consumo global, por exemplo, terão dificuldade em ter 100% dos dados e das premissas para realização do cálculo exato, isso porque é difícil centralizar as informações de todos os países onde atuam.

Outro desafio é que enquanto a empresa se prepara para fazer esse cálculo, as ações de marketing continuam acontecendo, em uma agenda dinâmica. Dessa forma, o ideal é que o marketing atue em parceria com o setor financeiro para calcular o ROI da ação de sampling, de forma a ter o real controle das ações implementadas e dos custos envolvidos.

Além do cálculo do ROI, outros indicadores ajudam a avaliar uma ação de sampling?

Existem outras 5 variáveis que ajudam o marketing a avaliar uma ação de sampling. Vamos explicar aqui um pouco mais sobre esses outros conceitos financeiros que ajudam na verificação de performance das ações.

O primeiro deles é o Customer Lifetime Value (CLV), que é a projeção de lucro que um único consumidor vai gerar para a empresa em determinado período de tempo. Para planos de experimentação, é indicado considerar os 11 meses subsequentes ao da implementação da ação.

Esse indicador diz respeito ao valor do ciclo de vida do consumidor, ou seja, é ele que indica quais consumidores realmente se tornaram clientes da marca a partir da ação de sampling e qual é a receita incremental do ciclo de vida de cada consumidor.

Outro indicador é a Taxa Interna de Retorno (TIR), que diz respeito à representação da taxa de desconto que teria o fluxo de caixa do projeto de experimentação para igualar a zero seu valor presente líquido (VPL).

O Valor Presente Líquido (VPL) é o terceiro indicador que ajuda na análise dos resultados de uma ação de sampling. É o somatório dos valores presentes dos fluxos estimados do projeto de experimentação. No caso do projeto de experimentação, é considerado o fluxo de caixa dos 11 meses subsequentes do início da ação. É calculado a partir de uma taxa de desconto, nesse caso considerada a Taxa Mínima de Atratividade (TMA) média do setor.

O breakeven é outro indicador também conhecido como ponto de equilíbrio, que indica o momento em que a geração de receita do projeto se equipara e excede o total dos gastos. Para fins dessa análise, o breakeven indica o mês em que a geração de receita do projeto é superior aos gastos.

Há ainda o payback, período de tempo necessário para recuperar o total de investimento do plano de experimentação, avaliando-se os fluxos de caixa descontados. É então o indicador que avalia em quanto tempo a marca ou empresa vai recuperar o investimento na ação de sampling.

Conseguiu entender um pouco mais sobre o cálculo do ROI e o quanto ele pode ajudar a mensurar os resultados das ações de sampling da sua marca ou da sua empresa? E quanto aos outros indicadores, você acha que também são válidos para calcular as ações do marketing de experimentação da sua empresa/marca?

Para saber ainda mais sobre o assunto, assine a nossa newsletter, fique por dentro do universo do marketing de experimentação e saiba como é possível ter o controle dos resultados dessas ações!

2018-09-10T02:16:05+00:00Por |0 Comentários

Sobre o Autor:

Marcus Thadeu, 32, meio publicitário, meio economista com MBA em Mercado Financeiro pela FIPE/USP. Tem mais de 10 anos de experiência em empresas de diversos setores (BNP Paribas, Unilever, Enox), sempre medindo o resultado das coisas. Lidera a agenda de Produto da Samplify. Pós verdade, pós consumo e pós capitalismo são temas de seu interesse. Compreender Chet Baker e teoria das cordas são objetivos de longo prazo.

Deixar Um Comentário