Como estimular sua criatividade diariamente? Entenda!

Quem tem tempo para um bloqueio criativo? Se você é um profissional de Marketing com foco em resultados, com certeza não tem!

Já que chegou a este post, é certo que está procurando caminhos para saber como estimular criatividade, afinal, um dos primeiros passos para isso é se informar com conteúdos da área. Então, não pare por aqui e siga na leitura para conhecer as nossas dicas para ser um profissional mais criativo!

Criatividade ainda combina com Marketing?

Métricas, ROI, indicadores de performance, números, números, números. Como profissional contemporâneo de Marketing, você com certeza está envolvido em um mundo de lógica e raciocínio analítico o tempo inteiro. Afinal, é o que se espera de você: comprovação de resultados e aumento garantido do sucesso da marca para a qual trabalha.

Nesse cenário, que exige tanta precisão e análise, qual é o lugar da criatividade? À primeira vista, pode até parecer que não resta lugar para ela, já que tudo tem que ser tão preciso e calculado, mas acredite: ela continua no centro de tudo.

Especialmente na indústria de bens de consumo rápido, a criatividade é um motor poderoso. Afinal, essa é uma indústria em que inovar é pré-requisito, e pensar em lançamentos e novas abordagens constantemente é indispensável para conquistar o consumidor — que é cada vez mais volátil e pode trocar de marca assim que ficar um pouco insatisfeito com a sua. É necessário ser criativo até no momento de análise, escolhendo ângulos inovadores para avaliar dados e traçar estratégias a partir deles.

Ok! Você entendeu que, além de ser analítico, precisa ser criativo. Parece coisa demais? Sabemos que sim, e é mesmo! Mas, da mesma forma como existem boas práticas para você refinar as suas habilidades de análise, há maneiras de exercitar a criatividade rotineiramente e ser mais inovador no trabalho e em outras áreas da sua vida.

Veja o que sugerimos nos próximos tópicos!

Como estimular criatividade na rotina?

1. Descubra o que inspira você

Uma grande ideia pode surgir aparentemente do nada, quando você está a caminho do trabalho ou no banho, por exemplo. Por falar em banho, diz a lenda que foi justamente ao se preparar para um que o físico e matemático Arquimedes consagrou a expressão “Eureka!” (“Descobri!”), quando a flutuação da água na banheira o inspirou a quantificar o empuxo (ou seja, o quanto um objeto mergulhado em líquido faz esse líquido se deslocar).

Momentos “eureka” são incríveis, não é? Quando você menos espera, surge uma ideia! Mas, se você depender de momentos como esse, pode se tornar um profissional de um único sucesso, alcançado a partir de uma inspiração que você não consegue replicar.

No mundo dos negócios, é muito importante que uma estratégia seja replicável para dar resultados, e o mesmo se aplica à sua criatividade. Você precisa descobrir as condições mais favoráveis à sua inspiração e replicá-las sempre que for preciso.

Não existe uma fórmula ou regra que funcione para todo mundo. Talvez você seja como Arquimedes e sempre vá encontrar inspiração quando refletir no banho, talvez seja como escritor Ernest Hemingway, que preferia escrever em pé, ou o oposto dele, Mark Twain, que preferia escrever na cama. O importante é você identificar os hábitos que favorecem a sua criatividade e investir neles.

2. Trabalhe em equipe de verdade

É praticamente impossível seguir sozinho em uma estratégia completa de Marketing, então, o trabalho em equipe acaba sendo inevitável nessa área. Mas você trabalha mesmo em equipe ou apenas tem uma rotina de trabalho compartilhada entre colegas?

O verdadeiro trabalho com outras pessoas envolve colaboração, é um esforço para inovar juntos. Quando falamos em alta criatividade, muita gente pode pensar em um gênio solitário martelando ideias na cabeça, mas, especialmente no mercado, ela costuma ser um esforço cooperativo para ser posto em prática.

Quando estiver com uma ideia em desenvolvimento, que precisa de um empurrãozinho para ser aperfeiçoada, divida-a com o time! É a forma ideal de montar o quebra-cabeça da criatividade, porque certamente alguns colegas vão acrescentar novos ângulos ao que você começa a visualizar.

Para otimizar o trabalho criativo em equipe, é interessante desenvolver métodos de gestão e compartilhamento de informações para estruturar o papel de cada um no processo. Uma ideia tradicional — que vem das indústrias japonesas dos anos 1960, mas ainda dá muito certo — é trabalhar com o kanban, metodologia para acompanhamento do fluxo de trabalho. São aqueles murais de post-its, em que cada um representa uma etapa do trabalho.

3. Não reprima suas próprias ideias

Algumas sugestões são ruins. Algumas são tão danosas que mereceram um post aqui no blog falando sobre fracasso de lançamentos. Mas, antes de ser concretizada, qualquer ideia é válida.

Nem sempre você vai ter insights geniais, mas é um erro restringir-se antes mesmo de pensar bem em algo e já descartar suas novas ideias como ruins sem ao menos desenvolvê-las com mais atenção.

Pense livremente. Justamente o trabalho em equipe vai ajudar você nessa tarefa. Compartilhe o máximo com o time, porque, o que você pode achar ruim, inicialmente, outras pessoas talvez percebam como o começo de uma ideia promissora. Você só vai saber se alimentar as ideias e dividi-las.

4. Respire fundo

Na série de TV Mad Men, ambientada no universo da publicidade dos anos 1960, em Nova York, os publicitários estão sempre às voltas com os prazos e a necessidade de inventar uma nova campanha genial. O que eles fazem quando precisam muito ter uma boa ideia? Bebem e dormem no escritório.

Talvez seja melhor você pular a parte de beber e dormir na sua sala de trabalho, mas, definitivamente, precisa relaxar para se sentir mais inspirado no dia a dia. Esse descanso profundo pode ser alcançado de várias formas, como meditação e, claro, atividade física.

Há evidências de que a meditação seja capaz de reorganizar o cérebro humano e, em certas variedades, potencializar a criatividade. Se você nunca praticou e precisa de uma forcinha para começar, existem apps que podem ajudar, como o Vivo Meditação e o Zen.

Investir nas atividades físicas também é importante! Pesquisas demonstram como a prática regular de exercícios fortalece a criatividade — além, claro, de contribuírem para o seu relaxamento, já que liberam hormônios analgésicos, como a endorfina.

5. Siga uma rotina

É tentador acreditar que boas ideias surgem da espontaneidade e da liberdade, mas não é bem assim. Ser constantemente criativo exige uma rotina. Se você reparar bem, todas as nossas dicas anteriores demandam algum tempo. Como você vai meditar ou fazer atividades físicas sem um planejamento de horários, afinal?

Sabemos como o dia a dia do profissional de Marketing é corrido e cheio de pressão, portanto, o melhor a fazer é planejar bem a sua rotina e encaixar os momentos de estímulo à criatividade.

Não adianta deixar tudo só na cabeça e acabar de mente cheia: anote seus compromissos e horários da maneira mais organizada que conseguir, seja em uma boa e velha agenda de papel ou ferramentas online, como o Google Agenda.

Depois de tanto esforço para estimular sua criatividade, quem sabe não surjam mais ideias geniais? Confira algumas sugestões no nosso post sobre ações criativas de Marketing de Experimentação!

2018-07-24T15:35:06+00:00Por |0 Comentários

Sobre o Autor:

Tainah Escocard, 21 anos, Futura Publicitária e Apaixonada por Marketing. Trabalha em alavancar informações e dados para fazer o trabalho tornar-se mais eficiente. Muitas equipes podem enfrentar dificuldades para acessar e gerenciar informações que precisam para desempenhar suas funções de maneira efetiva, para o profissional de marketing ter métricas é essencial para medir as ações. Não existe mais espaço no mercado para o achismo!

Deixar Um Comentário