Minhas vendas caíram, e agora? 9 dicas para bombar o seu e-commerce!

O público está se familiarizando com as lojas virtuais e a melhoria da experiência de compra online é cada vez mais evidente. Além disso, a expectativa é de que o faturamento desse segmento cresça nos próximos anos. Mas para fazer parte das estatísticas de sucesso, você precisa saber como aumentar as vendas do e-commerce.

Para se destacar dos concorrentes, sua loja virtual deve ter o estoque bem montado e as funcionalidades operando bem, entre outros fatores que influenciam as vendas. De forma geral, é fundamental oferecer a melhor experiência possível ao usuário, a fim de que ele se torne fiel e ainda faça propaganda do seu negócio.

Neste texto, vamos dar 9 dicas para você aumentar as vendas do e-commerce. Acompanhe!

1. Mensure seus números

Sem medir todos os seus números, fica complicado avançar e aumentar as vendas do e-commerce. Nesse sentido, é essencial trabalhar para estabelecer metas de vendas, logística etc.. Uma vez que você compreende quanto tem que atingir e avalia o resultado de cada ação ou área da empresa, consegue ter um maior controle sobre o negócio.

Se você vende mais em um determinado horário, por exemplo, com o trabalho de mensuração é possível trabalhar com ações mais direcionadas para impactar os potenciais consumidores. Lembre-se sempre de que é mensurando que se cresce, e que esse é um processo gradual e contínuo.

Dentro desse cenário, evite se comparar aos e-commerce de grande porte, pois isso pode gerar frustração. Em vez disso, comece com pequenos passos e colete o máximo de dados dos primeiros meses da empresa, de forma a identificar os padrões dos acertos e dos erros.

2. Entenda qual página traz mais conversões

Tente entender se a página que traz mais conversões para a sua loja é de um produto ou de categoria, ou se é um espaço no qual você dá dicas para seus potenciais consumidores. Saber isso ajuda a criar uma estratégia de promoção para satisfazer os clientes.

Todas as decisões devem ser baseadas em dados e informações concretas, e não na intuição ou no achismo. Empresas que tomam decisões com base em feeling correm o sério risco de fracassar. Por outro lado, quando você mensura resultados, direciona o negócio para lidar com os desafios da melhor forma possível.

3. Use as redes sociais de forma estratégica

As redes sociais são poderosas ferramentas para divulgar produtos e serviços, bem como para aumentar as vendas do e-commerce. Conheça o perfil do seu público e publique conteúdos relevantes para a sua audiência, de forma a potencializar o engajamento e os seus resultados. Você pode, por exemplo, aproveitar o poder do Instagram, do Twitter e do Facebook para gerar mais interações e conversões.

Grande parte dos consumidores é da geração millenial (nascidos no início dos anos 1980, até o fim dos anos 1990). Essas pessoas são digitais e omnichannel, ou seja, multicanais. Por isso, é importante ter uma estratégia que integre todas as redes. Se você tem controle sobre os pontos integrantes, pode gerar experiências similares e, ao mesmo tempo, específicas em vários meios.

4. Faça boas descrições dos produtos

Geralmente, a pessoa que compra pela internet valoriza muito essa questão. Além disso, na experiência online, você tem que tomar muito cuidado para que as fotos sejam claras e a parte visual, atrativa. Dependendo do produto, fotos em 360 graus são mais indicadas para uma melhor visualização.

Aqui, poderia também entrar os aspectos das políticas de troca e a comunicação que é feita delas. Em muitos casos, esse fator impede que as pessoas comprem. No entanto, se eles forem bem elaborados e comunicados, podem trazer muitos ganhos ao e-commerce.

5. Não tente competir com as lojas físicas

Em vez de perder tempo e energia com essa batalha contra as lojas físicas, é muito mais produtivo que a loja virtual invista em ações que, de fato, agregam valor à marca de uma maneira geral.

Caso você também tenha uma loja física, por exemplo, pode pensar em ações de integração, como “comprar em um meio e ganhar desconto em outro”. Lembre-se de que o desafio é complementar e fortalecer ambas as lojas, e não promover uma competição.

6. Entenda o fluxo de compra e do site

Ter uma exata noção da jornada do consumidor do site e analisar o que está acontecendo é crucial para elaborar ações mais direcionadas para as conversões e o aumento de vendas do seu e-commerce.

Digamos que alguém abandona o carrinho. No caso, você pode usar um software específico para evitar que novos abandonos aconteçam. A solução vai mostrar, por exemplo, que existe um padrão no qual as pessoas abandonam o carrinho em um determinado estágio de compra. O desafio é pegar os pontos de atenção e trabalhar em cima deles.

7. Ofereça conteúdos diferenciados

Evidentemente, os conteúdos diferenciados podem e devem ser gerados em qualquer época do ano. No entanto, procure tirar proveito das datas comemorativas e sazonais para disponibilizar conteúdos ainda mais atrativos para o seu público.

A Black Friday, por exemplo, é uma ótima data para e-commerce. As pessoas pesquisam muitos produtos, e os e-commerce devem aproveitar o boom de compras que essas datas proporcionam.

8. Gere confiança no cliente

A confiança é um dos fatores mais importantes na compra, principalmente quando falamos de um ambiente online. Portanto, trabalhe para que o cliente fique o mais seguro possível no momento de comprar algo em sua loja.

Deixe claro que os dados conferidos estão sendo mantidos de forma sigilosa, por exemplo, o que é fundamental para gerar a devida confiança nos clientes. Boas práticas como essas asseguram uma marca com mais valor na mente e no coração dos consumidores.

9. Dê brindes aos consumidores

Uma última dica é relacionada ao e-sampling. Por que não agradar o seu consumidor até no ambiente online? Dar um brinde junto com a compra pode aumentar o engajamento do cliente, que ficará surpreso com a atitude. Por sua vez, as vendas do seu e-commerce vão permanecer em um alto nível.

Para citar um exemplo, a Dafiti é uma das redes que já fez parceria com a Samplify, em que mais de 450 amostras de perfumes foram enviadas aos consumidores. Esse tipo de estratégia proporciona uma experiência ainda melhor ao público, o que contribui para mais engajamento, conversões e melhores resultados para o e-commerce.

O que achou dessas dicas para aumentar as vendas do e-commerce? Você pôde perceber que, com simples ações, é possível fazer a diferença. Comece a agir para ter mais competitividade no mercado e se destacar em relação aos concorrentes.

Se você gostou deste conteúdo e quer ficar por dentro de mais novidades para o crescimento do seu negócio, assine a nossa newsletter agora mesmo.

2018-12-03T18:34:16+00:00Por |0 Comentários

Sobre o Autor:

Ana Letícia, 36 anos, arquiteta que tem a publicidade no DNA. Se interessa pelo mundo do varejo, desde o visual merchandising das lojas, tendências de mercado, e tudo que envolve a experiência de consumo. Na Samplify atua na área de Canais, se relacionando com os principais players do varejo.

Deixar Um Comentário